top of page
Buscar
  • Foto do escritorcarvalhoagenciacultural

Cine Fricção encerra edição de férias com exibições de filmes e oficinas

Ações gratuitas acontecem na Casa das Artes e no Centro Cultural Chico Rei



O Cine Fricção - Edição de Férias, encerra nesta semana, no dia 25 de janeiro, o seu primeiro ciclo de ações que levam de forma gratuita exibições de filmes brasileiros e oficinas criativas voltadas para a temática  LGBTQIAPN+, com o objetivo de abordar pautas de interesse e representatividade para esta comunidade.


Nesta semana, o projeto realiza a terceira sessão de cinema, exibindo três curta-metragens, seguido de uma roda de conversa que recebe a participação especial dos produtores Davi Lima, Lucas Barboza, além da artista Tine Taga, reconhecida na cidade por levantar pautas relacionadas às questões de gênero e diversidade através da sua música. A ação acontece no Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei, na quinta-feira (25), às 19h, com entrada gratuita, sendo destinada ao público maior de 14 anos.


Nesta terça e quarta-feira (23 e 24) acontece também a Oficina ‘Teatro do Oprimido’, ministrada por Cristal, na Casa das Artes, encerrando o ciclo formativo desta edição do projeto.


O Cine Fricção pretende se tornar uma ferramenta para atingir as pessoas de maneira diferente e comprometida com a quebra de preconceitos relacionados à comunidade LGBTQIAPN+, promovendo ações em que os participantes possam se emocionar e refletir, abordando de forma sensível questões importantes que envolvem a sociedade de maneira geral.


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO CINE FRICÇÃO DE FÉRIAS DESTA SEMANA:

23 e 24/01 - Oficina Teatro do Oprimido, com Cristal Beatriz 

Horário: 19h às 21h30

Local: Casa das Artes (Travessa Águas Virtuosas, n° 111 - Cascatinha)


25/01 - Exibição 03

- Eu vou me Piratear, de Daniel Favaretto (Doc, 20 min., Brasil, SP, 2015), 14 anos.

- Existo, de Bruno César (Ficção, 18 min., Brasil, SP, 2018), 14 anos.

- Bala, de Lucas Barbosa Vicente (Ficção, 20 min., Brasil, MG, 2023), 14 anos. 

Horário: 19h

Local: Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei (Av. Francisco Jesualdi, 84, Jardim Novo Mundo, Poços de Caldas)


Para esta sessão, também foi selecionado o filme independente sul-mineiro ‘Bala’, garantindo o fortalecimento da cena audiovisual LGBTQIAPN+ da região. 


"BALA é uma afronta à meritocracia, um retrato nu e cru do preço a se pagar por ser brasileiro.”, comenta Lucas Barboza, diretor e roteirista. "É uma história sobre injustiças e incertezas. Conta a história dos filhos de nossa pátria amada, Brasil.", segundo Davi Lima, ator e figurinista.


A proposta tem coordenação e mediação de Dani Silva, curadoria e comunicação para redes de Paulo Tothy, produção de Chiara Carvalho / Carvalho Agência Cultural, conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura / Prefeitura de Poços de Caldas, além do apoio da Casa das Artes, Centro Cultural Afro-brasileiro Chico Rei e Galpão das Artes.


Mais ações devem acontecer a partir de fevereiro em Poços de Caldas, viabilizadas através de editais de fomento à cultura. Para saber mais, siga as redes sociais @cine.friccao e @carvalhoagenciacultural.


Fotos: Priscila Veiga


14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page